Empresa que fará reforma é escolhida pela Infraero

A empresa Cima Engenharia, do Paraná, venceu a disputa com outras quatro construtoras e deverá executar o serviço de reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Augusto Severo, no Rio Grande do Norte. O resultado do julgamento da disputa, que indica a proposta escolhida para tocar a obra, foi publicado ontem no Diário Oficial da União e em ata de reunião no site da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Para que seja homologado, no entanto, há mais uma etapa a ser cumprida: o prazo recursal, de cinco dias úteis.

O prazo é dado para que as demais participantes da licitação contestem, se desejarem, o desfecho da concorrência pública.

O desfecho anunciado foi que, por unanimidade, a Comissão de Licitação decidiu classificar as propostas das empresas Cima Engenharia e Empreendimentos LTDA e Cinzel Engenharia LTDA e desclassificar as propostas das empresas Compecc Engenharia Comércio e Construções LTDA, GMEC Projetos e Obras LTDA e Ecocil – Empresa de Construções Civis LTDA.

Apesar de dois nomes constarem na lista de classificados, a proposta de preço que a Cima apresentou para realizar o serviço – R$ 16.420.000,00 – foi a de melhor custo que atendeu aos requisitos presentes no edital da disputa, de acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária, responsável por administrar o aeroporto e também conduzir o processo licitatório. O orçamento apresentado pela empresa ficou abaixo do estimado pela Infraero para a execução do serviço – de R$ 19.798.187,40 – referidos à data-base de julho de 2010.

Os envelopes contendo as propostas das construtoras foram abertos durante reunião no último dia 6. O resultado da análise da área técnica de engenharia da Infraero, para que fosse avaliado não apenas os valores apresentados, mas também se as propostas estavam compatíveis com as exigências do edital, saiu oficialmente ontem. “Há uma planilha de valores e a empresa mostra que com aquele valor oferecido tem condições de realizar a obra. Vence quem mostra que a proposta que fez é compatível com o edital”, reforçou a Infraero, por meio da assessoria de imprensa.

De acordo com informações da estatal, ee não houver contestação do resultado, a licitação será encerrada e até fevereiro a vencedora deverá assinar contrato com a estatal. Se houver recurso, no entanto, a comissão de licitação terá mais cinco dias úteis para analisar se os argumentos procedem ou não. Se o recurso for julgado improcedente, será homologado o resultado da concorrência. Se for acatado, porém, o segundo colocado deverá ser chamado.

A reportagem tentou contato com a empresa que – até uma possível decisão contrária – deverá executar o serviço, mas ninguém atendeu no número de telefone disponibilizado no site. A Cima Engenharia atua no ramo da Indústria da Construção Civil, nos segmentos de Obras Públicas, Incorporações, Shopping Centers e Prestação de Serviços Públicos.

No Rio Grande do Norte, a missão da empresa será ampliar a capacidade do aeroporto, para que ele atenda a demanda de passageiros do estado até a conclusão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, esperada para 2013. Atualmente, o Augusto Severo tem capacidade para receber 2,1 milhões de passageiros por ano. A partir da obra, a expectativa é que passe a movimentar 2,8 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas