Empreiteiras criam esquema para repartir licitações no Brasil

Construtoras que faturam anualmente R$ 20 bilhões foram identificadas pela Polícia Federal como fazendo parte de um esquema de cartel em concursos públicos.

Da Redação

Lisboa – Um conjunto de 12 empresas de construção estão sob investigação no Brasil por alegada formação de cartel. Documentos que constam de inquéritos da Polícia Federal indicam que empreiteiras repartem, à margem das licitações, a execução e o pagamento de obras públicas, noticia este domingo a “Folha de S. Paulo”.

Segundo os documentos, as construtoras acertam quem vai executar uma obra. Depois, explica a “Folha de S. Paulo”, essas empresas participam separadamente da licitação. Escolhida a vencedora, a partilha é feita por fora, num “consórcio paralelo”.

O esquema foi utilizado pelo menos nas licitações dos metrôs de Salvador e do Rio de Janeiro. Das empresas ouvidas pelo jornal paulista a construtora Queiroz Galvão disse que não se manifestaria por não ter conhecimento das acusações, e a Odebrecht negou irregularidades. Houve ainda cinco empresas que não quiseram falar sobre o caso, segundo a “Folha de S. Paulo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas