Em Marabá, alunos de medicina pedem conclusão de obras na Uepa

Construção iniciou em 2013 e era para abrigar cursos da área da saúde.
Secretaria de Obras diz que empresa contratada não cumpriu prazo.

Em Marabá, alunos de medicina pedem conclusão de obras na Uepa

Estudantes do curso de medicina da Universidade do Estado do Pará (Uepa) de Marabá, no sudeste do Pará, protestaram pela demora na conclusão de uma obra que vai beneficiar a comunidade acadêmica.

A Secretaria de Obras do Estado informou que vai cancelar o contrato com a empresa responsável pela construção do prédio em função do atraso no serviço e disse ainda que a construtora já tinha sido notificada e não cumpriu o acordo. Uma nova licitação deve ser realizada.

O prédio tem três andares, 12 salas de aulas, laboratórios e está quase pronto, mas a construção está paralisada. A obra foi iniciada em 2013 e o prazo para entrega era de 270 dias corridos. O custo era mais de R$ 5 milhões.

“Preocupa muito porque desde 2013 era pra esse prédio estar pronto, desde a primeira turma de Medicina. Já estamos indo para a quarta turma e até hoje não temos a estrutura física condizente para receber esses estudantes”, afirmou o estudante Edilson Soares Junior.

Oferta comprometida
Sem a conclusão do prédio, o campus não teria capacidade para receber novas turmas, o que compromete a abertura de novas vagas para a área da saúde em 2017.

Atualmente, em Marabá, há dois cursos na área da saúde: Medicina e Biomedicina, com um total de seis turmas em andamento. Devido a falta de estrutura no campus, os alunos estudam em salas alugadas.

Por causa da demora na conclusão da unidade, os estudantes fizeram um protesto na rodovia Transamazônica, usando cartazes e distribuindo panfletos. A preocupação dos jovens é que os cursos sejam retirados de Marabá.

“A intenção da abertura do curso de Medicina em Marabá é fixar os médicos aqui para a região toda. Tudo isso é importante pro curso continuar”, disse a estudante Gabriela Pastana.

A Uepa informou que a oferta de vagas no curso de Medicina de Marabá para 2017 ainda não foi submetida ao Conselho Universitário. A questão deve ser debatida apenas no começo do segundo semestre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas