Duplicação da BR-135 deverá sair no mês de agosto no MA

SÃO LUÍS – As obras de duplicação da BR-135, no Km 28, que se estende por um trecho da Estiva até a entrada do município de Bacabeira, estão previstas para iniciar no mês de agosto, logo após o período chuvoso. De acordo com a Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transporte (Dnit), a licitação para o início das obras na BR havia sido suspensa por causa de alterações feitas na tabela orçamentária do projeto, fato que foi responsável pelo atraso no início das obras.

A alteração no projeto orçamentário para as obras de duplicação da BR-135 deu-se principalmente no Sistema de Custo Rodoviário (Sicro). O Sicro é um sistema de custos implementado pelo Dnit para a confecção de tabelas de referência de preços para realização de obras de infraestrutura como a duplicação da BR-135, por exemplo.

De acordo com o superintendente-regional do DNIT, Geraldo Fernandes, o órgão ainda não tem sua própria tabela de preços e utiliza o Sicro do Ceará para realizar as obras de infraestrutura no Maranhão. Como o órgão regional passou a utilizar sua própria Sicro, foi necessário abrir um novo processo licitatório com as atualizações no orçamento do projeto.

Segundo Geraldo Fernandes, em novembro do ano passado, um novo projeto foi encaminhado para a sede do Dnit em Brasília com as adequações no orçamento da obra e a previsão era de que a nova licitação fosse lançada em janeiro deste ano. No entanto, até o momento, o novo processo licitatório ainda não foi iniciado. “A previsão é de que a licitação seja lançada de fato ainda neste mês”, informou Geraldo Fernandes.

Caso a licitação seja lançada neste mês, todo o processo licitatório deve se estender por 90 dias. Mesmo assim, de acordo com o superintendente regional do Dnit, o prazo estipulado para o início das obras de duplicação do trecho da BR-135 não sofreria alteração. “De qualquer maneira, as obras não teriam muito atraso, visto que elas não podem começar durante o período chuvoso”, ressaltou.

A duplicação na BR-135 tem o objeto de dar maior fluidez ao trânsito, diminuindo com isso os altos índices de acidentes que são registrados no local. O projeto está dividido em três etapas: a primeira será a construção de uma nova pista no trecho que vai de Estiva ao município de Bacabeira; a segunda, de Bacabeira ao entroncamento, em Itapecuru-Mirim, e por fim, de Itapecuru-Mirim ao município de Miranda do Norte, totalizando 102 quilômetros. Ao todo, foram investidos aproximadamente R$ 300 milhões no projeto de duplicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas