Dois Consórcios disputam licitação para reforma e ampliação do aeroporto

O Consórcio Marechal Rondon, composto pelas empresas Engeglobal Construções, Concremax e Multimetal, apresentou a proposta com menor preço para obras de reforma e ampliação do Aeroporto Internacional de Cuiabá/Várzea Grande, no valor de R$ 89,350 milhões. Na sessão de abertura dos envelopes realizada na manhã desta terça-feira (28.08), na sede da Secopa, em Cuiabá, dois consórcios participaram do certame.
O Consórcio Construtor Equipav-MPD, formado pelas empresas paulistas: Equipav Engenharia e MPD Engenharia apresentou a proposta de R$ 102,496 milhões. As propostas serão analisadas pela comissão de licitação da Secopa e o resultado será divulgado posteriormente no Diário Oficial do Estado, declarando o consórcio classificado. Será avaliado item a item do preço global e preço unitário de cada proposta. O critério de julgamento é o menor preço global.
O secretário da Secopa, Maurício Guimarães, prevê a finalização do processo licitatório na primeira quinzena de setembro e início das obras em seguida. “”O aeroporto é uma obra extremamente importante para a Copa do Mundo em Cuiabá. Estamos conduzindo esse processo com a maior lisura e queremos dar celeridade para começarmos as obras e concluirmos no prazo”, destacou o secretário.
Os trabalhos de ampliação serão contratados por meio do Regime Diferenciado de Contratação (RDC), modelo criado pela Lei nº 12.462, de cinco de agosto de 2011, que flexibiliza as licitações de obras vinculadas à Copa de 2014 e Olimpíadas 2016.
O RDC é mais ágil que uma concorrência pública tradicional. Nesse modelo de contratação, o orçamento é divulgado apenas no final do certame, permitindo maior competitividade entre os licitantes.
As intervenções no aeroporto incluem reforma e ampliação do terminal de passageiros, adequação do sistema viário e construção do estacionamento. A área construída passará dos atuais 5.460 m² para 13. 200 m². A capacidade também subirá de 2,5 milhões para 5,7 milhões de passageiros ao ano, oferecendo melhor estrutura e segurança durante a Copa de 2014, além de ser um importante legado para Mato Grosso. A obra deve ser finalizada em dezembro de 2013.
Atualmente está em construção o prédio administrativo da Infraero, que deve ser finalizado em novembro deste ano. E em novembro do ano passado foi entregue o Módulo Operacional Provisório (MOP) para desembarque dos passageiros do Aeroporto Marechal Rondon, que foi a primeira etapa para ampliação do aeroporto.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas