Deputados aprovam empréstimo de R$ 740 milhões para o VLT

Licitação sai em novembro, e a obra deve começar no primeiro trimestre de 2012

RAFAEL COSTA
DA REDAÇÃO

A Assembleia Legislativa aprovou, em segunda votação, na sessão noturna de quarta-feira (5), a mensagem enviada pelo governador Silval Barbosa (PMDB) que solicitava autorização para o Estado contrair empréstimo de R$ 740 milhões, junto à CEF (Caixa Econômica Federal), para investir no VLT (Veículo Leve Sobre Trilho).

O modal de transporte é o escolhido para Cuiabá e Várzea Grande devido à participação de ambas na Copa do Mundo de 2014. Para captar o financiamento junto ao Governo Federal, o Estado vai explorar a sua capacidade de endividamento, avaliada atualmente em R$ 2,5 bilhões, e a possibilidade de quitar a dívida em até 20 anos.

O deputado estadual Jota Barreto (PR) pregou o discurso de que o Legislativo não deveria oferecer empecilhos à proposta do Estado, diante da discussão que já foi travada em torno do assunto.

“Promovemos uma audiência pública e a população saiu às ruas para defender o VLT como melhor transporte para Cuiabá e Várzea Grande na Copa de 2014. Já discutimos, até mesmo, no Colégio de Líderes. Não há motivos para não aprovar”, declarou o deputado.

O líder do Governo no Parlamento, deputado Romoaldo Junior (PMDB), espera que a aprovação do projeto seja rápida, para encaminhá-lo diretamente ao Executivo, para sancioná-lo.

“Fizemos nossa parte, em votar essa matéria com agilidade para que a primeira parte desta importante obra, que é o empréstimo, seja acelerada. A população aguarda ansiosa o início desta obra”, disse.

Por outro lado, o presidente da Assembleia Legislativa, José Riva (PSD), alertou que várias empresas qualificadas estão interessadas em investir no VLT, o que pode reduzir a carga de investimentos do Estado com recursos próprios nesse sistema de transporte.

“A Parceria Pública Privada é uma boa opção ao Estado para realizar um investimento deste porte. Acredito que o investimento no VLT não vai ultrapassar R$ 1 bilhão. O Parlamento vai trabalhar em conjunto com o Executivo para evitar gastos desnecessários”, disse Riva.

Com a aprovação pelo Legislativo de captação do empréstimo, a expectativa é de que o edital de licitação seja lançado na primeira quinzena de novembro, e as obras comecem no primeiro trimestre de 2012.

O VLT vai funcionar em dois trechos, que são CPA/Aeroporto e Coxipó/Centro. A proposta do Estado é abrir uma concessão, na qual uma empresa privada vai administrar o sistema de transporte, após o período da Copa do Mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas