Defensoria Pública faz licitação para adaptação da nova Central de Atendimento

Da Redação
Agência Pará de Notícias
Atualizado em 18/11/2011 às 13:09

Com a publicação do Aviso de Licitação para a Reforma da Nova Central de Atendimento ao Cidadão da Defensoria Pública do Estado do Pará, através da Concorrência Pública 01/2011, várias empresas de engenharia já se mostraram interessadas no projeto. O aviso foi publicado no último dia 20 de outubro no Diário Oficial do Pará. Na manhã desta quinta-feira, 17, a Defensoria Pública recebeu visita técnica de representantes das empresas que participarão da concorrência no local onde estará localizada a Nova Central.

O Defensor Público Geral do Estado conversou conjuntamente com todos os representantes e explicou as necessidades que a Defensoria Pública possui, e que parte serão supridas com a realização deste projeto. “Acredito que essa é uma das maiores realizações desta instituição, pois Defensoria é um órgão que vem crescendo de forma significativa e esse crescimento também deve ser estrutural, principalmente para oferecer aos nossos assistidos uma comodidade maior. A empresa que vencer essa concorrência deve se empenhar principalmente no conforto dos funcionários e dos nossos assistidos”, destacou Cardoso.

A medida é mais uma demonstração de transparência dos procedimentos adotados bem como da preocupação para que o interesse público sempre seja preservado, para que as expectativas nutridas em relação ao novo prédio sejam plenamente atendidas”, destacou.

A Nova Central de Atendimento ao Cidadão da Defensoria Pública do Estado do Pará ficará localizada na Rua Manoel Barata, nº 50, em Belém, antigo Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Ipasep). O edifício possui 11 andares. O Engenheiro e Gerente de Perícias e Avaliações da Defensoria, Antônio Augusto Soares, mostrou as dependências do local aos representantes das empresas, destacando que a Nova Central continuará com a mesma quantidade de andares, porém o espaço será totalmente modificado internamente para que seja adequado à rotina da Defensoria.

“O edifício é composto por 66 gabinetes simples e três gabinetes para conciliação, totalizando 69 gabinetes. Somado a isso existem seis bancadas para o programa “Alô Defensor”; três gabinetes para o Psicossocial; duas salas para a equipe técnica e três salas multiuso, além de um andar destinado às coordenações, contendo as coordenações Cível e Criminal; e de um ambiente para triagem, onde será realizado o primeiro atendimento no andar térreo”, explicou Augusto Soares.

A Sessão Pública para a escolha da empresa de engenharia que apresentar a melhor proposta, ficando assim responsável pela reforma do prédio, ocorrerá no mês de dezembro deste ano. As empresas que irão participar da concorrência deverão comparecer no dia 6 de dezembro, às 9h, horário local, no atual prédio-sede da Defensoria Pública do Pará, localizado na Travessa Padre Prudêncio, nº 154, 4º andar, onde será realizada a sessão.

Edilena Lobo – Ascom Defensoria Pública do Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas