Cuiabá fará licitação do transporte em 2018

A Prefeitura de Cuiabá por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), concluiu o relatório do plano de metas solicitado pelo Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE), que solicitou melhorias no setor. O secretário da pasta, Antenor Figueiredo esclareceu, que nos questionamentos respondidos ao TCE, consta a proposta de licitação de todo sistema dos transportes coletivos.
Nos próximos dias, o relatório segue para análise do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) e, em seguida, para o TCE. O documento prevê a abertura de edital para a contratação de uma empresa, que vai montar o processo licitatório e realizar o estudo de revitalização das linhas antigas e criar novos itinerários, além do gerenciamento dos bilhetes eletrônicos, que poderão ser feitos pela prefeitura municipal e fiscalizados pela Semob. “Ainda em 2017, a Semob vai finalizar os estudos para verificar os problemas nas principais linhas de ônibus que estão atuando em Cuiabá. O último estudo está defasado e foi feito há vinte anos. Cuiabá cresceu”, argumentou Antenor.
Atualmente, a bilhetagem eletrônica é gerenciada pela Associação Municipal Transportes Urbanos (AMTU). “Estamos acatando algumas orientações do TCE e propondo novos mecanismos que possam melhorar o sistema pela prefeitura ou Semob”, disse.
O relatório prevê ainda, a criação de cerca de 800 abrigos nos atuais 2.200 pontos de ônibus. Segundo secretário, as novas medidas devem ser efetuadas gradativamente com a conclusão de um novo modelo de licitação.
No entanto, ele defende a finalização da licitação dos transportes até 2018, embora os atuais contratos tenham prazo final para 2019. “Semob está trabalhando de até o ano que vem finalizar esse processo licitatório e atendermos as demandas que a população usuária do transporte necessita”, afirmou Antenor.
Os transportes alternativos ou micro-ônibus, também foram considerados dentro do processo de licitação. No próximo mês, a Semob prepara o lançamento de edital para contratação de empresas interessadas na exploração de publicidade dos abrigos de ônibus.
A prefeitura propôs uma parceria com empesas que já atuam na manutenção dos abrigos. Elas vão explorar os espaços com publicidades divididos em lotes do centro e nos bairros, com a Semob fazendo a fiscalização. “As atuais empresas podem construir os novos abrigos de ônibus e a Semob terá uma equipe especifica para fiscalizar as empresas que vão cuidar dos abrigos. Os passageiros terão mais qualidade e conforto”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas