Comunidades rurais terão água em um ano

É possível, no entanto, que a grande obra hídrica comece a operar sem que as comunidades ribeirinhas tenham acesso à água do Velho Chico

Dez meses depois de a ex-presidente Dilma Rousseff anunciar os investimentos para construir 52 sistemas de abastecimento para as comunidades afetadas diretamente pelo Projeto de Integração do Rio São Francisco, a Secretaria Estadual de Agricultura e Reforma Agrária torna pública a realização de certames licitatórios com objetivo de contratar empresas para executar as obras dos 42 sistemas que estão sob responsabilidade da pasta.

Apesar de o prazo previsto em contrato ser de dois anos, o secretário, Nilton Mota, garante deixá-los prontos em um ano. É possível, no entanto, que a grande obra hídrica comece a operar sem que as comunidades ribeirinhas tenham acesso à água do Velho Chico.

Conforme publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (9), as licitações serão processadas em quatro blocos distintos, com abertura no período de 19 a 22 do próximo mês. Os sistemas vão beneficiar 108 comunidades rurais, modificando a realidade de quase 12 mil pessoas que hoje sofrem com a estiagem.

“Noventa e três milhões serão disponibilizados pelo Governo Federal, mas como conseguimos otimizar dez milhões, a previsão é que gastemos oitenta milhões”, explicou Mota. Em breve, a Compesa licitará o primeiro dos dez sistemas de sua responsabilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas