Claro, TIM e Telefônica arrematam três lotes do 4G

As empresas Claro, TIM e a Telefônica arremataram os três grandes lotes de telefonia móvel 4G -quarta geração-, pelo equivalente a aproximadamente 5,851 bilhões de reais, informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).
A Anatel abriu licitação de seis licenças para operar a frequência de 700 MHz, com um preço mínimo de 7,7 bilhões de reais, mas dois lotes não foram arrematados por falta de interessados.
A Claro, do grupo mexicano América Móvil, arrematou a primeira licitação de cobertura nacional, por 1,947 bilhão de reais (794 milhões de dólares), 1% por acima do preço mínimo.
A TIM, filial da Telecom Itália, ficou com o segundo bloco de cobertura nacional, também por 1,947 bilhão de reais e 1% acima do preço mínimo exigido no edital.
A espanhola Telefônica/Vivo ficou com o terceiro, por 1,927,90 bilhão de reais, o preço mínimo.
A brasileira Algar obteve uma pequena licença regional por 29 milhões de reais.
O Brasil realizou a primeira licitação de telefonia de quarta geração em 2012, na frequência 2,5 Ghz, que tem menor alcance do que a atual, de 700 Mhz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas