Centro Agroalimentar terá licitação a partir da próxima semana.

Serão implantados dois polos, nos municípios de Arapiraca e Batalha; investimento total será de R$ 12 milhões

Secom/AL

A Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação deve iniciar, na próxima semana, a abertura de processo licitatório para o começo das obras de construção do Centro Agroalimentar, que terá dois polos de pesquisas nas cidades de Arapiraca e Batalha.

O anúncio foi feito pela secretária de Estado da Ciência e Tecnologia, Katia Born, que participou, na manhã desta terça-feira (30), na cidade de Arapiraca, da solenidade para assinatura do Termo de Cessão do terreno de oito hectares nas imediações da Barragem de Bananeiras e que foi doado pela prefeitura do município.

A reitora da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Laudirege Fernandes, e o prefeito Luciano Barbosa (PMDB) assinaram o termo em solenidade que também contou com a presença do reitor-substituto do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), Jarbas Alves, bem como de secretários de governo, vereadores, deputado, empresários, produtores rurais, lideranças políticas e comunitárias do município e região.

O projeto de criação do Centro Agroalimentar receberá recursos da ordem de R$ 8 milhões do Ministério de Ciência e Tecnologia e uma contrapartida do governo do Estado no valor de R$ 4 milhões, totalizando um investimento de R$ 12 milhões.

Além da Uneal, o projeto conta com a participação da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia, Ufal, Fapeal, Sebrae/AL e das secretarias de Estado do Planejamento, da Agricultura e do Desenvolvimento Econômico.

O Centro Agroalimentar prevê a instalação de duas unidades agroindustriais nas cidades de Arapiraca e Batalha, para o desenvolvimento de produtos como leite e derivados, milho, feijão e mandioca, fruticultura, além de produtos orgânicos, bovino, ovocaprino, aquicultura e apicultura.

No polo de Arapiraca serão instalados dois laboratórios de controle básico de microbiologia e físico-química de alimentos, que darão suporte ao desenvolvimento de produtos e aos projetos de incubação, bem como uma incubadora para desenvolvimento de empresas do setor agroalimentar, além de capacitação profissional de recursos humanos.

Já o polo de Batalha terá espaços de desenvolvimento e demonstração nas áreas de melhoramento genético, produção, salas de ordenha, cortes, unidade de beneficiamento de leite e derivados.

Durante a solenidade para assinatura do Termo de Cessão do terreno, a reitora da Uneal, Laudirege Fernandes, destacou o empenho e a sensibilidade do prefeito Luciano Barbosa na doação da área para a construção do centro de tecnologia de alimentos.

A secretária de Estado da Ciência e Tecnologia, Katia Born, destacou o apoio que o projeto vem recebendo do governo federal, mais precisamente do Ministério da Ciência e Tecnologia. “O centro agroalimentar vai fortalecer a cadeia produtiva e melhorar a qualidade dos produtos derivados da mandioca e de outros alimentos na região”, disse.

Por sua vez, o prefeito Luciano Barbosa salientou a importância do projeto para o fortalecimento do papel da Uneal no desenvolvimento social e econômico no Agreste de Alagoas.

“Estamos doando o terreno para viabilizar um projeto relevante para o crescimento econômico de toda a região. O governo municipal tem cumprido o seu papel com a doação de áreas para a implantação da Ufal, do Ifal e, agora, estamos fazendo outra intervenção para viabilizar esse importante centro de pesquisas e de tecnologia de alimentos”, completou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas