Câmara gastará R$ 1,3 milhão para conforto dos deputados.

Josie Jeronimo

Publicação: 04/04/2010 08:39

A Câmara vai desembolsar R$ 1,3 milhão para comprar poltronas e cadeiras novas para os gabinetes das lideranças e dos partidos na Casa. Edital publicado na última segunda-feira convoca empresas interessadas em fornecer 300 sofás de um, dois e três lugares; 200 cadeiras fixas; 200 giratórias; e 1.050 poltronas de diferentes modelos.

Somente os 50 sofás de três lugares que renovarão alguns dos gabinetes da Câmara custarão mais de R$ 118 mil. O preço unitário previsto para as peças é de R$ 2.367,25, segundo o edital. A Casa também pretende pagar cerca de R$ 900 por modelo de poltrona de luxo, para receber bem os parlamentares que ocuparão o espaço na próxima legislatura.

De acordo com a assessoria da Casa, os novos móveis substituirão os sofás e poltronas antigas da área administrativa. A reforma dos móveis dos gabinetes não está prevista. O encerramento da licitação para a compra dos móveis está marcado para 14 de abril. A empresa vencedora terá 30 dias para entregar o material após requisição da Câmara.

Na primeira versão do edital, a Casa fez indicações de marca e modelos referenciais para os sofás e as cadeiras que mobiliarão os gabinetes dos líderes e dos representantes dos partidos na próxima legislatura. A indicação, no entanto, foi retirada em documento que corrigiu o primeiro anúncio de licitação do mobiliário. Agora, a Comissão de Licitação exige apenas padrão do material utilizado para forrar e estofar as peças.

A Casa ainda não abriu concorrência para renovar os móveis dos gabinetes dos parlamentares. A assessoria informou que o edital não tem previsão, mas que a Câmara precisa equipar com “móveis básicos” o escritório dos deputados. A decoração adicional dos gabinetes é responsabilidade dos eleitos para os próximos quatro anos.

Praça de alimentação
O Senado também planeja mudanças. No fim do mês, a Comissão de Licitação da Casa iniciou o processo de escolha da empresa responsável pela construção de praça de alimentação que custará R$ 1,9 milhão. A Presidência do Casa pretende terminar a obra ainda neste ano.

No edital, são informadas as características da estrutura de 800 mil metros quadrados que deve ser construída no estacionamento dos blocos de apoio do Senado. As lanchonetes deverão ficar em espaço coberto por estrutura metálica forrada com gesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas