Câmara do DF abre licitação de R$ 1 milhão para sinalização do prédio

Entre os itens, 212 sinais em braile e 20 placas em poltronas para obesos.
Câmara diz ter cotado preços com quatro empresas e que há 1,7 mil itens.

A Câmara Legislativa do Distrito Federal lançou um edital para contratação de serviço de sinalização na Casa no valor previsto de mais de R$ 1 milhão. Publicado nesta quinta (8) no Diário Oficial, o documento inclui a colocação de placas em geral, indicações de acessibilidade e sinalização de tráfego.

Sinalização interna
Reprodução de algumas das placas a serem instaladas na Câmara Legislativa do Distrito Federal (Foto: Reprodução)

O gasto máximo estimado é de R$ 1.094.458,70. Pelo edital, estão previstos a colocação de 212 identificações em braile nos corrimãos, 212 anéis de textura nos corrimãos e 20 unidades de sinalização de poltronas para obesos e pessoas com mobilidade reduzida.
Também constam pintura de indicação de vagas para autoridades (91 unidades), 30 m de faixas para pedestres, pintura de solo, paredes e pilastras, demarcação de vagas e de áreas no estacionamento. Ao todo, são 50 tipos de serviço.
As empresas interessadas têm até o próximo dia 27 de novembro para entregar as propostas na sede da CLDF. O vencedor da concorrência será a empresa que oferecer o menor preço.
A Câmara Legislativa informou que são cerca de 1,7 mil itens e cita “100 demarcações de vagas, 30 m de faixas de travessia de pedestres, 60 m de faixas de retenção, 60 m de tachões refletivos e 30 placas refletivas de regulamentação [indicativas de preferência de passagem, velocidade máxima e sentido de circulação], além de 200 m² de pintura de parede para sinalização de pavimento”.
Segundo a CLDF, foram feitas cotações de preços com quatro empresas antes de fixar os valores que constam no edital. A Casa informou que historicamente o preço final de uma licitação apresenta queda de cerca de 30%, em relação aos números iniciais.
Gastos altos
Os gastos da Câmara Legislativa do Distrito Federal foram motivo de polêmica recentemente. Em agosto, um levantamento feito pela reportagem do DFTV mostrou que os deputados distritais gastaram até julho deste ano mais de R$ 60 mil com diárias de viagens. O valor é o dobro do que foi gasto em todo o ano passado, que foi de R$ 30,2 mil.
A verba indenizatória, usada para gastos do gabinete e divulgação das ações dos mandatos dos deputados, foi de R$ 664 mil entre janeiro e agosto deste ano.
Os gastos com passagens aéreas também aumentaram. Durante todo o ano de 2011 foram utilizados cerca de R$ 150 mil para esse fim. Até julho deste ano, o número já havia chegado a R$ 159 mil, de acordo com dados do Sistema Integrado de Gestão Governamental (Siggo).

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas