Câmara de vereadores de Itapecerica da Serra ganha novas instalações.

Por Bruno Anderson, da Gazeta SP

A Câmara de Vereadores de Itapecerica da Serra ganhará ainda este ano, um novo prédio para acomodar suas instalações. Durante décadas funcionando num dos edifícios mais antigos da cidade, instalado no histórico Largo da Matriz, o local não suporta mais a atual estrutura e já apresenta problemas na acomodação, na instalação elétrica, hidráulica e a falta de estacionamento para veículos oficiais. A mudança foi anunciada pela presidência da Casa.

Segundo apurou a Gazeta SP, o novo prédio comprado pela Câmara, localizado próximo à região central, estará pronto para receber a instalação dos gabinetes até o meio do ano. Os vereadores aguardam o término das obras para iniciar a mudança. Até lá, mesmo com a falta de espaço, as sessões serão realizadas normalmente no atual auditório.

Pelo projeto apresentado, o novo prédio terá espaço adequado para abrigar, além dos 12 gabinetes, salas para a secretaria legislativa, telefonia, administração e banheiros para o público, uma das principais reclamações da população que frequenta o local. O espaço apertado e de pouca mobilidade para portadores de deficiência será substituído por acessos adaptados, corredores e salas com espaço maiores.

Com um orçamento próximo de R$ 8 milhões para 2010, a Câmara deve passar por mudanças administrativas ao longo do ano. Além da mudança do prédio, não está descartada a possibilidade de realização de concurso público para preenchimento de vagas ocupadas para cargos sem designação efetiva. No lado político, a Casa também enfrentará grandes desafios. Projetos como a licitação do transporte alternativo e a redução dos salários dos secretários municipais ainda renderão muita polêmica este ano.

Outra novidade é um projeto de lei do vereador José Maria (PT), aprovado no final do ano passado, que transforma o prédio atual em patrimônio histórico do município. Pela lei, a prefeitura fica “intimada” a realizar uma reforma estrutural nas dependências da Casa e destiná-la para instalações das secretarias de Turismo e Cultura. “O prédio faz parte da história da cidade e não seria justo deixarmos parado no tempo”, defendeu Maria. O vereador disse que oficinas culturais e um Museu do turismo local podem ser instalados. A reportagem fez contato com o gabinete da presidência, porém até o fechamento desta edição não obteve resposta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas