Câmara de Ribeirão aprova ‘venda’ de rua após recesso.

Clóvis Volpi estuda venda de terrenos para ajudar vítimas de deslizamentos

Rafael Nunes
Agência BOM DIA

A Câmara de Ribeirão Pires aprovou ontem à tarde, durante a primeira sessão do ano, um projeto polêmico enviado em 2009 pelo prefeito Clóvis Volpi (PV). A venda da rua Domingos Mejias Morgado, no Centro do município, foi aprovada com ampla maioria da Casa, com nove votos a favor e apenas um contra; o valor estipulado é de R$ 1,8 milhão.

“Faríamos uma discussão com a população para o destino do dinheiro arrecadado, que seria para a construção de quatro escolas, mas com a tragédia das chuvas, o valor vai para obras de infra-estrutura”, afirmou o vereador e presidente da Câmara, Edson Savietto, o Banha (PDT). O projeto ainda deve passar por nova votação. Se aprovado novamente, a venda da área será feita por meio de licitação.

Dos 11 parlamentares de Ribeirão, apenas Saulo Benevides (PV) votou contra a venda. O vereador não foi localizado até o fechamento desta edição para falar sobre sua posição.

O prefeito Clóvis Volpi se mostrou satisfeito com o resultado da votação e afirmou que o município deverá colocar à venda outras áreas para ajudar as famílias que foram vítimas de deslizamentos nas últimas semanas. “Teremos um custo de R$ 18 milhões em obras por causa da chuva, e o dinheiro vai para as famílias afetadas. Além disso, vou colocar mais 30 imóveis à venda para ajudá-las.”

A intenção é arrecadar cerca de R$ 3 milhões. Amanhã, Volpi vai a Brasília em busca de novos recursos para as áreas afetadas pela chuva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas