Buracos MT-010 causam transtornos e prejuízos, reclamam motoristas

A falta de infraestrutura em um trecho de quase 100 quilômetros da rodovia MT-010, que liga Cuiabá a Rosário Oeste, a 133 km da capital, têm causado transtornos e prejuízos aos motoristas que trafegam pela via. Também conhecida como Estrada da Guia, no perímetro urbano da capital, são tantos buracoss que os condutores precisam fazer ‘zig-zag’ pelas faixas, invadindo a contramão para conseguir transitar.
Em nota, a Secretaria Estadual de Transporte e Pavimentação Urbana (Setpu) informou que as obras serão licitadas, mas que faltam ecursos para executá-las. Informou que, por conta do período chuvoso, o calendário para o início do serviço não foi definido e que enquanto os trabalhos não começarem será feita uma operação tapa-buracos em caráter emergencial para amenizar o problema.
Os motoristas se arriscam e acabam sentido no bolso o impacto das condições precárias da rodovia. Esse foi o caso do gerente administrativo, Danilo Novaes. O pneu do carro dele furou ao passar por um buraco. “Usei o estepe. O outro pneu amassou um pouco, mas não furou. E para trocar o pneu o acostamento é estreito”, comentou.
Em outras situações, os motoristas chegam a ter mais de um pneu furado ao mesmo tempo, além das rodas amassadas. Nilson Munhoz, motorista de guincho, conta que realiza vários atendimentos por dia devido os buracos na MT-010. “Essa noite foram uns quatro. Tem muito buraco, a gente desvia de um e cai em outro, até com o caminhão fica difícil”, revela.
As crateras estão espalhadas pela estrada. Algumas em curvas, outras logo depois de pontes, o que torna ainda mais perigosas as tentativas de escapar dos obstáculos. “Se a gente desvia para o lado contrário, vem um carro, causa acidente, causa morte e ninguém faz nada”, reclamou o motorista Robson Márcio.
Wendel Rodrigues precisa andar pela MT-010 quase todos os dias. Ele é gerente de uma fábrica de calcário em Nobres, a 151 km da capital, e reclama do estado da rodovia. “Nós tivemos alguns veículos danificados. Recentemente, um caminhão perdeu o controle em uma curva e tombou na rodovia”, contou.
Em março deste ano, a Secretaria Estadual de Transporte e Pavimentação Urbana (Setpu) anunciou uma licitação para duplicar um trecho de 12 quilômetros da rodovia, até uma empresa de cimentos instalada naquela região. O contrato também prevê o recapeamento da MT-010. O custo estimado estimado das obras é de R$ 19 milhões, porém, já se passaram oito meses do anúncio da licitação e nada foi feito. O tráfego de caminhões na Estrada da Guia é restrito. Veículos longos e pesados com mais de 26 toneladas e acima de três eixos só podem passar se tiverem autorização.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas