Blairo rebate Pátio e fala das obras do Estado feitas em Rondonópolis.

De Rondonópolis – Dayane Pozzer

Com tom irônico em certos momentos, o governador Blairo Maggi rebateu as constantes declarações do prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (PMDB) sobre a não participação do governo do Estado em parcerias com o município. As declarações aconteceram durante a entrevista que concedeu na manhã deste sábado (30), transmitida em cadeia pelas rádios 105 FM, Clube e Shalom, em Rondonópolis.

Apesar de Pátio ter enviado ainda ontem (29), por meio de sua assessoria de comunicação, um release onde diz que o governo do Estado destinou pouco mais que um salário mínimo vigente para Rondonópolis, em 2009, Blairo afirmou que foram vários os setores que receberam melhorias através do Estado, portanto, desmentindo o texto da assessoria.

Na habitação, de acordo com o governador, foram construídas 910 casas em 2009. Desde o início de seu mandato, salientou Maggi, foram construídas no município 901 casas a cada ano. “Estamos finalizando o projeto de construção de mais 460 moradias”, pontuou.

Com relação ao asfaltamento, Blairo adiantou que o bairro Cidade de Deus irá receber, a partir deste ano, asfalto com recursos provenientes do governo estadual, no total de R$ 2,5 milhões. A Rodovia do Leite também foi citada pelo governador, onde serão investidos R$ 25 milhões em recursos para a sua pavimentação.

Córrego Canivete

Questionado sobre a obra de canalização do Córrego Canivete, no mesmo local onde há poucos meses uma ponte importante desmoronou devido ao excesso de chuvas, Maggi afirmou que no dia 4 de fevereiro será aberta a licitação dos serviços, que serão executados através de uma parceria entre governos federal e estadual. O total da obras será de R$ 16,3 milhões e a contrapartida do Estado será de R$ 400 mil.

O governador fez questão de apontar que o conserto da ponte, localizada na Rua José Barriga, não tem relação com a obra de canalização, indicando que o prefeito já deveria ter resolvido o problema que tem afetado centenas de pessoas que precisam passar pelo local que dá acesso à região central da cidade e aos bairros da Grande Vila Operária. “A ponte não faz parte do contexto da canalização”, afirmou.

Numa analogia a sua experiência como produtor, Blairo foi ainda mais persuasivo. “Se eu não estiver preparado nos momentos que dá sol, eu perco a colheita. Com a obra é a mesma coisa”, opinou. Sem deixar de aproveitar a oportunidade, o adversário político de Pátio ainda relembrou o tempo em que seu aliado, o ex-prefeito Adilton Sachetti (PR) comandou o município. “Quando Adilton foi prefeito ficava um buraco aberto tanto tempo?”, alfinetou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas