BHTec abre consulta pública para novo edifício

Empreendimento deve exigir investimento de R$ 60 milhões

BHTec abre consulta pública para novo edifício
O edifício de 13 andares terá 20 mil metros quadrados de área construída/Alisson J. Silva

Investidores e empresários ligados ao setor imobiliário ganham uma nova oportunidade de negócio em parceria com o Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BHTec). A partir de hoje, é possível realizar consulta pública ao edital e aos documentos anexos para a seleção do parceiro imobiliário que construirá o próximo edifício do BHTec. O edifício terá 20 mil metros quadrados de área construída, 13 andares e será destinado a escritórios e laboratórios de empresas de base tecnológica. A estimativa é de que o novo empreendimento exija um investimento em torno de R$ 60 milhões.
A consulta pública permanecerá aberta até o dia 2 de setembro e, no dia 23 de agosto, haverá uma audiência pública para apresentação do projeto. De acordo com o diretor-presidente do BHTec, Ronaldo Pena, esse é o momento em que os interessados pelo empreendimento se manifestarão e farão sugestões de alteração ao edital. A próxima fase é a licitação, que deve ocorrer entre 15 de setembro e 15 de outubro.
O modelo de parceria para construção do edifício é conhecido como Build, Operate and Transfer (BOT), que em português significa: construir, operar e transferir. Como o terreno do BHTec pertence à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a ideia do modelo é de que o parceiro imobiliário tenha o direito de construir nesse terreno e usufruir do lucro do edifício durante o tempo de concessão, que é de 30 anos. Após esse tempo, a posse será transferida à universidade, que passará a operar o edifício.
“Esse é um modelo de negócio novo no Brasil: nenhum parque no País adotou esse modelo de empreendimento imobiliário, então é natural que os investidores analisem com calma. Mas esse é um modelo muito comum nos parques dos Estados Unidos e um negócio que dá lucro ao investidor”, destaca Pena. Ele lembra que, justamente por ser um modelo tão inovador, o primeiro parceiro imobiliário do BHTec ganhará a oportunidade de replicar o negócio no próprio parque e em outros estados do País.
“O grande problema dos parques tecnológicos é essa questão imobiliária, então esse modelo de parceria é muito bom. O investidor que tiver essa experiência aqui poderá utilizá-la em muitos outros parques que demonstram interesse nesse modelo”, destaca. De acordo com o diretor-presidente, a estimativa é de que o empreendimento custe cerca de R$ 60 milhões. Sobre as possibilidades de lucro, Pena não soube detalhar, mas ele garante que trará grande retorno. De acordo com ele, o prédio terá uma área de 20 mil metros quadrados e 13 andares. Ele será destinado a escritórios e laboratórios de empresas de base tecnológica.
“O prédio terá um núcleo com elevadores, banheiros e salas de apoio e um grande espaço entorno. Esse espaço não terá parede, a princípio, porque a ideia é de que ele seja dividido de acordo com a demanda”, explica. Segundo ele, o edifício também incluirá um andar térreo com restaurante, salas de reuniões e um pequeno auditório. A previsão é de que dos 13 andares, dois sejam destinados a laboratórios molhados, que são aqueles que precisam de estrutura de água e pias. O restante será para escritórios e laboratórios secos, como de eletrônica, mecânica fina, e computação.
O diretor-presidente explica que esse empreendimento não substitui a licitação anterior para construção e operação da Fase II do BHTec, orçada em R$ 481 milhões. “O projeto que tínhamos para essa primeira área foi congelado. A atual consulta pública é para licitação de outro prédio, em outra área. A ideia é lançar um projeto um pouco menor que o anterior para que os investidores brasileiros conheçam esse modelo a partir de um aporte mais baixo”, explica.
A documentação completa pode ser conferida na página do BHTec (www.bhtec.org.br). Durante a vigência da consulta pública, as sugestões e solicitações de esclarecimentos devem ser encaminhadas por e-mail para: concorrencia@bhtec.org.br. Para participar da audiência pública, que acontecerá no BHTec no dia 23 de agosto, às 11 horas, é necessário confirmar presença até 22 de agosto por telefone (3401-1000) ou e-mail (concorrência@bhtec.org.br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas