BH tem o dia mais chuvoso de dezembro.

Por causa da chuva, casas à margem do Anel voltaram a ser invadidas pela lama
Raphael Ramos

Belo Horizonte viveu entre domingo e ontem as 24 horas mais chuvosas do mês. Segundo o 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), de 10h de domingo às 10h de ontem, choveu 64 mm. O volume corresponde a 20% da média histórica de todo período, que é de 319,4 mm. Nos 28 dos 31 dias de dezembro, já são 450 mm de chuva, 40 % a mais que o normalmente previsto para o mês. A maior parte da chuva que atingiu a capital aconteceu durante a madrugada de ontem. O temporal provocou estragos pela cidade.

Um deles causou revolta de moradores que, no final da tarde, pararam o trânsito no KM 6, do Anel Rodoviário, na altura do bairro das Indústrias. A população reclama que desde que as obras para tampar a cratera, que se formou à margem da rodovia desde o último dia 6, começaram, as casas estão sendo tomadas pela lama. Com a tempestade de ontem, o local voltou a inundar, atingindo as casas e também o comércio local.

Ontem, enquanto os moradores interrompiam o trânsito no Anel, operários trabalhavam para tampar o buraco. Essa é a segunda vez no mês que a cratera é tampada desde que a rede pluvial se rompeu.

Por causa das obras, o Anel Rodoviário ficou interditado por, pelo menos, quatro horas, entre as 2h e 6h. Segundo o sargento José Geraldo Buitrago, da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), as pistas precisaram ser fechadas até que as águas baixassem.

A lama que desceu da encosta atingiu uma empresa de concreto que fica em um nível abaixo da pista do Anel Rodoviário. A enxurrada também invadiu o escritório e provocou a queda de um muro. Documentos e a rede elétrica da empresa foram danificados. Ninguém se feriu. De acordo com o assistente operacional, José Martiniano, o dia serviu para limpar a sujeira e contabilizar os prejuízos.

O tenente Geraldo Donizete, comandante de policiamento do Anel Rodoviário, informou que se a chuva provocar novos deslizamentos, a marginal do sentido Vitória pode ser interditada.

O Departamento Nacional de Infraestrututra de Transportes (Dnit), em Brasília, informou ontem que, até o início da próxima semana deve ser decretada situação de emergência no trecho afetado pela cratera. A medida permitirá a contratação de uma empresa, sem licitação, para executar a obra definitiva no local. A assessoria do órgão não revelou quanto já foi gasto nas obras paliativas e informou que o cálculo será conhecido até a próxima segunda-feira.

Senhora do Carmo
Buraco. O asfalto voltou a ceder, ontem, no trecho da avenida onde uma cratera se abriu, no último dia 8. Técnicos avaliaram o local, mas não há previsão para o fim do problema, segundo a prefeitura.

Mortes e estragos
11 pessoas já morreram em Minas Gerais nesse período chuvoso
87 municípios foram afetados pela chuva em todo o Estado

Bairro das Indústrias
Moradores vão acionar MP por causa de inundações

Os moradores do bairro das Indústrias, na região do Barreiro, devem acionar o Ministério Público ainda nesta semana. Eles estão inconformados com as constantes inundações que atingem, principalmente, a rua Irmã Maria Paula. Segundo eles, a situação piorou desde o início das obras para tampar o buraco no Anel Rodoviário.

Ontem, inconformados, os moradores fizeram uma manifestação e pararam o trânsito na rodovia por duas vezes para reivindicar urgência na obra. O congestionamento, segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), chegou a cerca de cinco quilômetros no sentido Rio de Janeiro.

A dona de um restaurante, Maria Francisca dos Santos, 40, disse que seu estabelecimento foi inundado cinco vezes só neste mês. Um prejuízo de R$ 10 mil. “Você trabalha, sonha construir as coisas para os filhos e vê tudo ir embora assim”, disse, chorando.

De acordo com o Dnit, não é a obra que está provocando o retorno das águas, mas sim o rompimento da rede pluvial, que já está sendo consertada. (Com Raíssa Maciel)

Previsão de mais chuva
– Minas Gerais está sob influência de uma frente fria estacionada no litoral da região Sudeste – Hoje deve chover em todo Estado durante o dia
– A partir de amanhã, uma nova frente fria chega a Minas e traz mais chuva, nas regiões Central, no Triângulo Mineiro, Sul de Minas e Zona da Mata
– As chuvas devem ocorrer principalmente no final da tarde e à noite

Publicado em: 29/12/2009

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas