Belo Horizonte deve ganhar novos abrigos de ônibus e relógios

Eles devem ser instalados por empresas que vão explorar publicidade. Anúncio foi feito pela prefeitura nesta quarta-feira (15).

Belo Horizonte deve ganhar novos abrigos de ônibus e relógios, de acordo com anúncio feito pela prefeitura nesta quarta-feira (15). Eles serão de responsabilidade de empresas da iniciativa privada, que poderão explorar a publicidade nos locais em que forem instalados. Os editais de licitação serão publicados, nesta quinta-feira (16), no Diário Oficial do Município (DOM).
Segundo o prefeito Marcio Lacerda não haverá investimento inicial do poder público. “A parceira público privado têm vários modelos, e pode ou não ter investimento do poder público. Neste caso não tem”, destacou.
De acordo com o presidente da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), Ramon Victor César, a previsão é que sejam implantados 1,3 mil abrigos em pontos de ônibus, em locais de maior circulação de pessoas. “Como ele é um abrigo com mensagem publicitária, ele tem que ficar onde tem um volume maior de pessoas”, justificou. Além de espaço para a publicidade, estes abrigos deverão conter painéis de informação, como o tempo previsto para próxima viagem de ônibus.
Os novos mobiliários podem substituir os já existentes na cidade ou ser instalados em locais que ainda não contam com abrigos. Já os que serão substituídos, poderão ser remanejados para outras áreas da cidade, depois de serem renovados.
“No final nós teremos 3,3 mil abrigos na cidade, vamos colocar desta forma. Então, nesse conjunto de cerca de 2 mil abrigos [já existentes], nós indicaremos aqueles que serão substituídos por abrigos novos, isso não nos proibindo de indicar locais que hoje não têm abrigos, mas que nós consideramos necessário tê-los”, explicou César.
De acordo com ele, a empresa vencedora da licitação deverá pagar um valor para a prefeitura pelo direito de explorar a publicidade nestes espaços, além de uma parcela mensal para a BHTrans, destinada à supervisão, gerenciamento e fiscalização. Os números não foram adiantados pelo presidente da empresa de trânsito. O tempo de concessão é de 25 anos.
A data para que os novos abrigos sejam entregues para a população depende da data de assinatura do contrato. “Licitação, a gente sabe o dia que começa e não sabe muito bem o dia que acaba”, pondera César, prevendo que, dentro de três ou quatro meses, o contrato seja assinado. A partir daí, o prazo de instalação para os 500 primeiros abrigos é de 12 meses. A estimativa é que o serviço seja concluído em quatro anos.
Relógios
A prefeitura também prevê 200 relógios nas ruas na capital, distribuídos pelas nove regionais de Belo Horizonte. Os novos equipamentos devem substituir os 350 equipamentos que já existem na cidade, mas que foram desligados após uma briga judicial entre o poder público e uma empresa que perdeu a licitação para uso desses equipamentos. Após o desentendimento, a prefeitura resolveu cancelar o processo licitatório e propor novo edital.
Segundo o gerente de parceria público privada da PBH Ativos, Gustavo Kummer, foi verificado que não havia necessidade de manter o número de aparelhos na capital. “O mobiliário urbano causa uma poluição visual. A gente tem que colocar em pontos estratégicos. Não tem necessidade de colocar 50 relógios na Avenida Afonso Pena”, exemplificou. Para os relógios, o tempo de concessão é de 25 anos.
Os equipamentos, exibirão, em painéis de LED, informações relativas hora temperatura, além de informações de utilidade pública. Uma das principais exigências do edital é que os aparelhos se adequem à paisagem da cidade. O valor inicial estipulado a ser pago ao poder público é de R$ 1 milhão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas