Bairro em calamidade ficará sem obra emergencial em SP.

O Bairro Jardim Romano, na zona leste de São Paulo, deverá ficar sem obras emergenciais para resolver os problemas causados pelos alagamentos que atingem a área desde o dia 8 de dezembro. Na segunda-feira, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) decretou estado de calamidade pública para o Jardim Romano e outros 11 bairros da região. O decreto permite aos governos realizar obras emergenciais sem a necessidade de realizar licitação As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

De acordo com o prefeito, a realização de obras emergenciais no Jardim Romano não está nos planos da prefeitura. Kassab afirmou que decretou calamidade pública para que os moradores onde o primeiro andar foi atingido pelos alagamentos que fiquem isentos do pagamento de mensalidade para a Caixa. Outro benefício é permitir aos moradores da área que possam sacar parte do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A Defensoria Pública de São Paulo já solicitou à prefeitura que utilize o caráter excepcional para executar serviços de melhorias para a população na área.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas