Auditoria no novo prédio da Câmara custará R$ 50 mil

Rogério Santos
do Diário do Grande ABC
Embora tenha adotado uma postura de corte de gastos desde que assumiu a presidência da Câmara de São Bernardo, Tião Mateus (PT) gastará pelo menos R$ 50 mil para realizar auditoria nos contratos da construção do novo prédio da Câmara.
O valor será utilizado para contratar uma empresa que realizará o pente-fino nos contratos assinados entre 2011 e 2012 por Hiroyuki Minami (PSDB), idealizador da obra e presidente da Câmara naquele período.
A empresa será contratada por meio de licitação e ainda não há uma definição sobre o início do certame.
O chefe do Legislativo justifica o investimento para garantir a clareza na análise dos contratos. “É uma garantia para nós, vereadores, que estamos numa legislatura nova e também para a população de São Bernardo saber o que aconteceu”, disse Tião.
A construção do prédio da Câmara é contestada por alguns parlamentares desde outubro de 2011, quando a obra começou. A última manifestação partiu do vereador Pery Cartola (PPS), que tenta há quase um mês levar ao plenário requerimento de informação questionando a intervenção, orçada inicialmente em R$ 28,4 milhões, mas que será entregue ao custo final de R$ 35 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas