Audiência sobre a SC-407 termina com promessa de operação tapa-buraco

Audiência sobre a SC-407 termina com promessa de operação tapa-buraco
Foto: Diorgenes Pandini / Agência RBS

audiência pública promovida pela Câmara de Vereadores de Biguaçu na noite de segunda-feira, dia 30, para discutir a situação da SC-407 ficou lotada. Participaram do encontro, além de autoridades locais e estaduais, empresários, representantes de entidades de classe e moradores, o diretor de Manutenção e Operação do Departamento Estadual de Infraestrutura Terrestre (Deinfra), Delbi Canarin, que ouviu atentamente cerca de 20 relatos.

O prefeito de Biguaçu, Ramon Wollinger, falou da oportunidade que o município perde de atrair novos investimentos para a área de condomínios empresariais, localizada às margens da SC-407.

— Estamos para receber a visita de empresários alemães interessados em investir naquela área, mas não sabemos nem como chegar até lá. Somos, junto a Antônio Carlos, um dos maiores polos industriais da Grande Florianópolis — defendeu.

Já o prefeito de Antônio Carlos, Paulo Remor, lamentou as dificuldades enfrentadas pelo homem do campo.

— Todo mundo fala que temos de lutar para manter o homem no campo, mas eles não recebem a atenção merecida. Eles já trabalham debaixo de sol e chuva, sofrem com o mau tempo e agora com o transporte da sua mercadoria? — questionou.

Comunidade ameaça fechar a rodovia

O morador João Vianei reclamou da ausência do presidente do Deinfra na audiência e disse agir junto à comunidade se algo não for feito imediatamente.

— Se essa audiência não trouxer resultado vamos fechar aquela rodovia com pneus e colocar fogo — avisou.

A presidente da Associação Empresarial e Cultural de Biguaçu (Acibig), Sandra Molinaro, disse que recentemente, em reunião com o presidente do Deinfra, Wanderley Agostini, mostrou mais de cem fotos que registram a atual situação da SC-407.

— Ele disse que desconhecia a situação da rodovia e que até a próxima quarta-feira estaria passando a data para início da operação tapa-buraco — informou Molinaro.

Operação Tapa Buraco garantida

Representando o Deinfra, o diretor de Manutenção e Operação, Delbi Canarin, trouxe a solução urgente e paliativa para a SC-407. Devido à extinção das Secretarias Regionais do Governo do Estado, a Operação Tapa Buraco será realizada pela Superintendência do Deinfra e deve iniciar nos próximos dias.

Já obra de restauração completa da SC-407, elaborada pelo Grupo Iguatemi e que custaria cerca de R$ 37 milhões, segundo o diretor do Deinfra, não tem viabilidade econômica por dificuldades de convênio para obter o valor.

— Por isso, o projeto foi readequado pela nossa equipe técnica para a Revitalização da SC-407, no valor de R$ 7,2 milhões, que inclui principalmente a parte de pavimento e alguns trechos de acostamento — informou Delbi. Com projeto e licitação pronta, o início da obra de revitalização, segundo o próprio diretor, depende da liberação do grupo gestor do Governo do Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas