Audiência pública discute “PAC Miguel Alves”.

O municipio enfrenta problemas de abastecimento d’água, rodovias, eletrificação rural e educação.

O que seria unicamente uma audiência pública aprovada pela Câmara Municipal de Miguel Alves (110km ao norte de Teresina) para discutir as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) no município transformou-se numa aula sobre o desenvolvimento do Piauí.

A palestra do vice-governador Wilson Martins, coordenador do PAC no Piauí, nesta sexta-feira, 25, proposta pelo vereador Edmilson Sousa, o Edmilson Caburé (PSB), contou com a presença de deputados estaduais, prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, ex-vereadores, líderes políticos, comunitários, trabalhistas e populares.

O encontro começou às 18 horas e acabou as 21h30. Aberto pelo presidente da Câmara, vereador Josenias Rosa (PTB), a reunião especial foi abrilhantada pela participação de autoridades e lideranças que queriam informações sobre as obras do PAC no município. Enfrentando problemas nos setores de abastecimento d’água, rodovias, eletrificação rural e educação, principalmente, Miguel Alves começa a sair do isolamento e a deixar de ser fim de linha.

O município terá comunicação asfáltica de boa qualidade, através das PIs 110, 112 e 344, com União, Porto, Matias Olímpio, Luzilândia, Campo Largo do Piauí, Joaquim Pires, além de Teresina, o que facilitará o acesso ao litoral piauiense, ao Maranhão e ao Ceará. Essas obras, algumas em projetos de engenharia, outras em execução, mobilização de maquinário e em licitação, absorvem R$ 101,5 milhões.
No setor da infraestrutura energética, os benefícios levados à região incluem extensão da rede elétrica para 34 localidades, de responsabilidade da Cepisa e incluída no programa Luz para Todos. O PCPR (Programa de Combate à Pobreza Rural) levou energia para 460 famílias da zona rural. A Cepisa concluiu 740 novas ligações, mas faltam 2.459 que estão em processo de licitação. “Não vai ficar uma casa sem energia elétrica no Piauí”, garantiu Wilson Martins.

Na área da infraestrutura social, o município de Miguel Alves será beneficiado com projetos aprovados pela Funasa através dos quais será levada água para escolas de várias localidades, da ordem de R$ 250 mil.

O esgotamento sanitário ganhará R$ 1,25 milhões, cujo projeto está em análise na Agespisa. Outros estão em andamento. A agricultura familiar conta com linhas de financiamento que beneficiam trabalhadores rurais através do Pronaf (Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar), por exemplo. A educação, elencada entre as prioridades, dá um passo significativo com a implantação da Universidade Aberta do Brasil em todos os municípios piauienses, e Miguel Alves vai ganhar a sua até o próximo ano.

Wilson Martins explicou que os gestores municipais podem e devem se mobilizar, o que também deve fazer a sociedade civil, no sentido de construir um novo Piauí através dos projetos e programas implementados e desenvolvidos pelos governos federal e estadual.

As parcerias entre município, Estado e União são um dos caminhos para dar continuidade à revolução social vivenciada no estado a partir do governo Wellington Dias. Todavia, o governo enfrenta problemas de ordem burocrática, o que reduz o impulso trazido pelos programas e projetos, mas é preciso que os gestores se empenhem e desenvolvam ações para melhorar a qualidade de vida da população.

Os deputados Ismar Marques e Wilson Brandão (PSB); o prefeito Oliveira Jr.; o ex-prefeito Valter Sá Lima; a vice-prefeita Lindalva; o prefeito de Barras, Manin Rego; vereadores; líderes comunitários; populares e sindicalistas usaram da palavra enaltecendo o pronunciamento do vice-governador e fazendo sugestões e reivindicações para a região.

redacao@cidadeverde.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas