Até final do ano, mais três presídios terão bloqueadores

Até o final do ano, pelo menos três unidades prisionais do Rio Grande do Norte receberão bloqueadores de sinal telefônico. A expectativa da Sejuc era de que a torre de bloqueio instalada do Presidio Estadual de Parnamirim (PEP), começasse a operar ontem (1º). “É uma decisão técnica da empresa”, disse o titular da Sejuc.  O bloqueio dos sinais de celular no PEP custa R$ 29 mil mensais à Sejuc.
A instalação das torres de bloqueio de telefonia celular no PEP ocorre quase dois meses após o previsto inicialmente pela Sejuc. O processo, inclusive, foi iniciado pelo ex-titular, Cristiano Feitosa, hoje respondendo pela Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (Searh). Em reportagem publicada no dia 20 de maio passado, a expectativa era de que a primeira fase do processo estivesse concluída no dia 5 de junho passado. A empresa responsável pelo serviço é a Neger Tecnologia e Sistemas Ltda., que executa o mesmo trabalho em prisões administradas pelo Governo de São Paulo.
As próximas unidades a receberem os bloqueadores, conforme planejamento da Sejuc, são: Pavilhão Rogério Coutinho Madruga e Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta; Penitenciária Estadual de Caícó; Complexo Penal Agrícola Dr. Mário Negócio, em Mossoró.
A instalação de câmeras de monitoramento eletrônico está com o processo de licitação aberto e deverá contemplar equipamentos para a Cadeia Pública de Natal e o Complexo Penal Dr. João Chaves, na zona Norte de Natal; para a sede da Sejuc, no Centro Administrativo e para a Penitenciária Estadual de Alcaçuz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas