Após acidente, Seduc apressa licitação

Por pouco uma criança de apenas 9 anos, da Escola Estadual Santos Dumont, em Cuiabá, não se afogou após cair em um buraco, na hora do recreio

Após acidente, Seduc apressa licitação
A Seduc informou que enviará uma equipe técnica de infraestrutura para avaliar a situação estrutural da Escola “Santos Dumont”

Uma criança de 9 anos, aluna da Escola Estadual Santos Dumont, mais conhecida como Polivalente, no bairro Dom Aquino, em Cuiabá, caiu em um buraco de aproximadamente 1 metro e 70 centímetros de profundidade durante o horário recreativo e, por pouco, não se afogou no esgoto. A queda ocorreu na manhã da última sexta-feira (09.09).
Estudante do 4º ano, Nicolle Souza, sua irmã gêmea Steffany e uma colega brincavam de “pega-pega” em uma área próxima à unidade, que não é murada e carece de uma série de infraestrutura. Porém, desconheciam o risco que corriam.
Durante a brincadeira, Nicolle caiu no buraco e ficou com o corpo submerso por esgoto até a altura do pescoço por alguns minutos. “Por pouco não acontece uma tragédia muito maior”, indignou-se Joanice Amorim Silva, 35 anos, mãe da menina.
Segundo Joanice, as filhas e os outros alunos da turma teriam sido levados para o local no horário da aula de Educação Física, porque a unidade está sem professor da disciplina. Ela conta que Nicolle, que tem cerca 1 metro e 40 centímetros de altura, só não se afogou porque deu um impulso e conseguiu se segurar no capim, que encobria o buraco.
Pouco depois, Nicolle foi levada para casa por uma funcionária que faz serviços gerais na unidade. “Nicolle chegou em casa com outra roupa. A funcionária ficou esperando na porta e só disse que minha filha tinha caído no esgoto e que ela tinha apenas tomado um banho para que entrasse no carro”, lamentou.
Conforme Joanice Silva, o uniforme e os sapatos ficaram irrecuperáveis. “Não tinha como lavar. Perdeu tudo”, afiançou. A mãe acredita que houve negligência e pede providências para evitar que outras crianças possam se machucar no local.
Ainda, de acordo com a mãe, na hora de tirarem a roupa da menina, ao invés de cortá-la, passaram pela cabeça encostando esgoto na boca e nos olhos. “Fiquei preocupada com a possibilidade de contrair uma doença. Vou levá-la a um médico”, disse.
Outra preocupação é com o emocional da estudante. “Nicole está triste, chorando toda hora, não dorme direito, quer ficar abraçando, fica me perguntando se tivesse caído de cabeça se tinha morrido e contanto que na hora que caiu no buraco e ficou esperando socorro pensou em todo mundo que ela ama, achou que ia morrer”, detalha a mãe.
Joanice Silva disse que procurou a direção do colégio estadual, que disse desconhecer a existência do buraco. “Eu e o coordenador da escola fomos até o local e ele colocou um cano, da altura dele, e também ficou chocado com a profundidade”, contou, denunciando que a reposição das aulas sábados por conta da greve dos professores não vêm sendo realizada na unidade.
A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Seduc-MT) informou que, ainda hoje, enviará uma equipe técnica de infraestrutura para avaliar a situação estrutural da “Santos Dumont”. “Ciente das necessidades da unidade, a Seduc elencou a escola como prioridade e a licitação para reforma geral acontece a partir de outubro”, afiançou.
Sobre o acidente, a Seduc reconheceu que a gestão escolar não tinha conhecimento do buraco antes do fato. “A criança estava acompanhada pela professora da turma dentro da escola, em um momento de recreação, e brincava com outros colegas quando caiu. Acredita-se que parte de um encanamento tenha cedido e rapidamente alagado”, frisou.
Conforme a Seduc, para assegurar a segurança dos estudantes, a coordenação da escola tamparia o buraco ainda ontem (12.09). Sobre as aulas aos sábados, a Seduc informou que a escola realiza as aulas nos dois períodos (matutino e vespertino). No entanto, em um sábado de agosto passado e, dois deste mês, foram realizadas atividades em apenas um período: uma em alusão ao Dia dos Pais e, a outra, à Independência do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas