ANTT diz que competição é mais importante que prazo para leilão do TAV

Karla Mendes, da Agência Estado
BRASÍLIA – O diretor geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bernardo Figueiredo, disse à Agência Estado que ainda não recebeu a informação sobre um pedido formal de adiamento do leilão do trem-bala pela espanhola Talgo, mas informou que tem percebido uma movimentação do mercado em prol da prorrogação do prazo.

Figueiredo reiterou a posição defendida por ele desde o início, de não haver necessidade de adiamento, mas ressaltou que a decisão final é do Planalto. “Eu continuo achando que as empresas tiveram tempo suficiente (para fazer os estudos). Mas mais importante que prazo é garantir competitividade e uma proposta adequada para o leilão.”

“A medida que for percebida uma demanda por prazo adicional, vou levar a questão para o governo deliberar. Se tiver uma percepção de que o mercado precisa de mais prazo, o governo será sensível ao pleito”, disse.

O diretor da ANTT aposta na participação de até três consórcios no processo de licitação. “Os coreanos já têm um consórcio definido e estão procurando reforçar o grupo. As empresas nacionais (construtoras) já concluíram os estudos de mercado e de engenharia e estão negociando para fechar a tecnologia, então eu acho que podemos ter até três consórcios”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas