ANP abrirá licitação para prospecção no Acre em 2010.

O senador acreano Tião Viana há dez anos se empenha em viabilizar estudos de prospecção sobre o potencial geológico de minerais fósseis, especialmente de petróleo e gás, nas bacias sedimentares do Solimões e de Madre de Deus, que envolve todo o território acreano.

Em 2000, Tião Viana aprovou emenda junto ao Plano Plurianual (PPA) do governo federal prevendo recursos para a execução de prospecção de gás e petróleo em território acreano. E em 2006, o senador ajudou a viabilizar a liberação de R$ 40 milhões junto ao Ministério do Planejamento para a execução completa dos trabalhos de prospecção no estado.

O senador Tião Viana destaca que a questão da prospecção de combustíveis fósseis no Acre envolve uma decisão estratégica do governo federal, respeitando sempre os critérios socioambientais e a coerência do projeto de desenvolvimento sustentável que o Acre vive e que ele defende no que diz respeito às populações tradicionais e ao meio ambiente.

“A Agência Nacional de Petróleo já realizou o aerolevantamento para a aquisição de dados gravimétricos e magnetométricos nas Bacias do Acre: Madre de Deus e de Solimões. Já foram realizadas duas mil perfurações e em 2010 a ANP fará a abertura da licitação para as empresas que se interessarem em realizar as prospecções na região”, explicou o senador.

No Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, já consta em sua programação de investimentos na infraestrutura energética para exploração e produção nas Bacias Sedimentares de Madre de Deus e Solimões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas