Aneel aprovará estudos para Belo Monte em 15 dias.

O diretor geral da Aneel, Nelson Hubner, disse ontem que o estudo de viabilidade e o projeto básico para construção da hidrelétrica de Belo Monte devem ser aprovados em duas semanas. A Aneel irá comparar o estudo, feito pela Eletrobrás, com os dados de vazão levantados pela ANA (Agência Nacional de Águas).

Hubner acredita que, uma vez aprovados esses estudos, o processo de licenciamento ambiental, última etapa para o início dos leilões, deve ser mais rápido. O estudo e o projeto não são condições, contudo, para que o Ibama libere a licença prévia ambiental para a usina.

O governo aposta que a licença prévia saia no início de novembro, de forma que os leilões sejam no começo de dezembro. Hubner esteve na CPI das tarifas de energia elétrica, na Câmara dos Deputados.

Outra liberação para a construção da usina de Belo Monte foi concedida anteontem. A ANA aprovou a concessão da DRDH (Declaração de Reserva de Disponibilidade Hídrica) para a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) referente à hidrelétrica de Belo Monte. A declaração assegura controle do uso da água e é a etapa anterior obrigatória a toda licitação ou autorização do uso do potencial de energia hidráulica.

POTENCIAL

Belo Monte será a segunda maior hidrelétrica do país. Funcionará no rio Xingu, no Pará, com potência de 11.181 MW (megawatts), ficando atrás apenas de Itaipu.
(Diário do Pará)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas