Anac assegura agilidade para licitação do novo Aeroporto.

O governador Iberê Ferreira de Souza recebeu a garantia da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) de que o processo licitatório para as obras do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante será agilizado. Iberê esteve reunido no final da tarde de ontem com a diretora-presidente da Agência, Solange Vieira, em Brasília. Também participou do encontro do deputado federal Henrique Eduardo Alves.

Solange assegurou ao governador empreender todos os esforços que lhe couberem para agilizar da licitação tão logo seja publicado o decreto que define a modelagem do novo aeroporto. Até porque, ressaltou a presidente da Anac, a obra está priorizada e foi inserida no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é quem vai conduzir o projeto de concessão que viabilizará a construção do novo Aeroporto de São Gonçalo. Ao governador Iberê Ferreira, a diretora-presidente da Anac afirmou que “o aeroporto de São Gonçalo do Amarante é uma obra irreversível dada a sua importância não apenas para o estado do Rio Grande do Norte, mas para todo o país”.

Iberê se disse satisfeito com a conversa com a diretora-presidente da Anac e frisou que o Estado também está fazendo a sua parte para que a aeroporto de São Gonçalo do Amarante, que quando concluído será o maior terminal de cargas da América Latina, seja uma realidade.

Números

O Aeroporto Internacional de Cargas e Passageiros de São Gonçalo do Amarante terá a maior pista de pouso da região Nordeste. Além da pista principal, projetada para ter 3.000 metros de extensão e 60 metros de largura (a do Aeroporto Augusto Severo possui 2.600 metros por 45 metros), o Aeroporto de São Gonçalo terá mais cinco pistas de táxis, com dimensões variáveis.

Após a conclusão das pistas de pouso e táxi e da infraestrutura de segurança de voo (iluminação, sinalização, entre outros), o passo seguinte será a construção do terminal de passageiros do Aeroporto que, quando estiver totalmente concluído, terá capacidade para receber até 40 milhões de pessoas por ano.

O novo terminal chegou inclusive a ser destaque na Revista Veja, de circulação nacional, na edição do dia 7 de abril, na reportagem “Entre o céu e o inferno”, sendo considerado como “exemplar”.

“Essa é uma obra que definitivamente colocará o RN na rota dos grandes centros urbanos e comerciais do Brasil”, ressaltou o governador do estado, Iberê Ferreira de Souza.

Até o momento já foram investidos no aeroporto de São Gonçalo mais de R$ 130 milhões (de um total de R$ 650 milhões) em pistas de pouso, taxiamento e drenagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas