Ana Júlia recua e Socorro Coelho continua na Seduc.

A governadora Ana Júlia Carepa recuou e Socorro Coelho permanece à frente da Secretaria de Educação (Seduc). O armistício foi declarado durante um encontro entre elas, ontem, por volta de 8h, no hangar do Estado, poucos minutos antes de Ana Júlia embarcar para o município de Magalhães Barata. Houve lágrimas e pedidos de desculpas.

Em seguida, Socorro foi à sede do PT onde ocorria reunião entre o “setorial de educação” que reúne militantes petistas da área e o presidente estadual da legenda, João Batista. Ao chegar, a secretária não quis confirmar a permanência no governo. Disse que teria outro encontro com Ana Júlia. Uma hora e meia depois, ao final da reunião, afirmou que atenderia ao pedido da governadora e ficaria no cargo.

O presidente do PT, João Batista, ressaltou que em

nenhum momento Ana Júlia pediu o cargo a Socorro. O que houve, segundo ele, foram especulações que se intensificaram após a bronca pública que a governadora deu na secretária. Durante inauguração de uma sala de aula em Belém, Ana Júlia demonstrou impaciência e deu prazo de 24 horas para que a Seduc realizasse a licitação dos kits escolares. Na última quinta-feira, Socorro, que estava em Santarém, foi chamada às pressas para uma conversa onde a governadora anunciaria a demissão. Para o lugar eram cotados os secretários de Governo, Edilson Rodrigues, ou de Planejamento, José Júlio Lima.

PROBLEMAS

A possibilidade de queda de Socorro, contudo, foi severamente rechaçada pelo PT e, diante da pressão, a governadora decidiu manter tudo como estava. Na conversa de ontem, ficou acertado que Socorro terá, a partir de agora, maior apoio, em especial da Secretaria de Governo, para “destravar” alguns pontos da gestão. “De fato tem problemas, mas o governo vai dar apoio. A Secretaria não pode andar num ritmo muito lento”, disse o titular da Segov, Edilson Rodrigues.

Entre os pontos de atrito entre a governadora e a secretária está a demora na realização da licitação para compra dos kits escolares e o atraso na conclusão de reformas de escolas. Socorro se defende afirmando que em relação à licitação aguarda informações da Procuradoria sobre os termos legais do certame e da Secretaria da Fazenda sobre a origem dos recursos a serem usados. A última confecção de kits foi feita sem licitação ao custo de R$ 47,8 milhões e resultou em ação do Ministério Público que levou à indisponibilidade de bens da ex-secretária Iracy Gallo.

Internamente, a secretária reclamava também da pressão de empreiteiras que teriam realizado obras em 75 escolas, todas sem licitação, e tinham pressa em receber pelos serviços prestados. Socorro decidiu sustar os pagamentos para reava

liar os contratos. “Rever contratos é uma determinação do governo. Ninguém manda pagar algo que não esteja de acordo com a lei”, disse o titular da Segov.

Sobre a outra queixa da secretária de que faltava autonomia até mesmo para comprar uma passagem de avião, Rodrigues explicou que tem sido assim em todo governo. “Alguns indicadores da crise foram revertidos, mas os efeitos não foram todos superados, por isso foram criados procedimentos para manter mais controle da manutenção financeira do Estado”.

A decisão da governadora de substituir Socorro Coelho reabriu a crise entre o governo e o PT. Nos últimos dois dias, setores da legenda vinham se reunindo para prestar apoio à secretária e deliberar que medidas tomar caso a substituição se confirmasse. Na noite de sexta-feira, o coletivo setorial de educação anunciou apoio a Socorro, numa demonstração de que a saída havia mexido não apenas com os brios da tendência Unidade na Luta, do deputado Paulo Rocha, autor da indicação, mas com amplos setores do partido ligados à educação. (Diário do Pará)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas