Alep aprova projeto para instalação de parque eólico em Palmas

A previsão é que a energia gerada pelo novo empreendimento atenda a demanda de pelo menos 300 mil habitantes

Junto com outros oito projetos, a Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (Alep) aprovou, na sessão de ontem (8), três propostas de autoria do deputado Valdir Rossoni — presidente da Casa —, que preveem a construção de usinas eólicas no município de Palmas. Hoje o projeto será discutido e votado pela segunda vez.
Os projetos autorizam a instalação de 74 novas torres movidas a vento, que deverão fazer parte dos complexos “Rota das Araucárias”, “Água Santa” e “Serra da Esperança”. A previsão é que a energia gerada pelo novo empreendimento atenda a demanda de pelo menos 300 mil habitantes.
Na justificativa das proposições, Rossoni colocou que a construção do complexo eólico resultará em significativa melhora na qualidade e confiabilidade do sistema de energia elétrica da região. Além disso, irá proporcionar a geração de empregos e o desenvolvimento sustentável. Ele explicou ainda que, além de produzir energia totalmente limpa, o parque eólico será importante para aumentar a capacidade energética do país.
Segundo Rossoni, o investimento previsto para a instalação das 74 torres gira em torno de US$ 1 bilhão. “Nós estamos trabalhando nisso há dois anos e meio. Queremos recuperar o que foi perdido para Santa Catarina”, disse. O deputado colocou que a experiência foi feita pela Companhia Paranaense de Energia (Copel), contudo, por falta de diálogo entre o governo da época e empresários, o Estado catarinense saiu na frente.
De acordo com o proponente dos projetos, o investimento será de iniciativa privada, contudo não descarta a possibilidade de haver a participação minoritária da Copel. Como o Brasil passa por uma crise energética, “eles [investidores] vendem antecipadamente a energia na Aneel [Agência Nacional de Energia Elétrica]”. Se os projetos forem aprovados e, na sequência, sancionados pelo Executivo estadual, os investimentos devem acontecer em 36 meses.
Rossoni acredita que na Assembleia o tramite seja concluído até o dia 15 de julho. Depois disso há a sanção do governador e a necessidade da aprovação ambiental para que os investidores possam entrar no leilão energia elétrica e captar os recursos necessários.
Tramite
Embora os investimentos, na grande totalidade, devam ser de iniciativa privada, Rossoni explicou que todos os projetos para implantação de empreendimentos que geram energia elétrica — termoelétricas, hidrelétricas ou eólicas — precisam passar pela Alep. “Estamos com projetos de 25 hidrelétricas, todos encaminhados na segunda-feira pelo governo”, disse ele, e explicou que há um aumento no volume de investimentos na geração de energia elétrica.
Na avaliação do deputado, o crescimento nos investimentos é decorrente da crise energética instalada no Brasil. “Nós estamos na iminência de um apagão, pois não chove no Sudeste e os reservatórios estão em um nível crítico”. Para ele, se o país crescer em torno de 5%, faltará energia. “Hoje já tem lugares que, se você quiser fazer um investimento, o Estado não garante energia”.
No Paraná, segundo Rossoni, a questão está estabilizada. Além disso, há possibilidade de instalação de pequenas hidrelétricas e parques eólicos — principalmente na região de Palmas a Barracão. “No sul do Brasil, um dos melhores [lugares] é entre Palmas e Barracão”.
Rodovia
Na segunda-feira (7), numa conversa com o govenador Beto Richa, Rossoni disse que obteve a confirmação de investimentos emergenciais na rodovia que liga Pato Branco a Palmas.
Segundo o deputado, o Estado irá liberar cerca de R$ 10 milhões para uma operação emergencial. A previsão é que uma empresa assuma os serviços dentro de 15 dias. “O investimento é para dar condição de trânsito”. Na sequência, haverá a recuperação total da rodovia. A segunda etapa dependerá de um processo burocrático de licitação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas