Alckmin confirma que Sorocaba terá novo hospital público

A área onde a obra será realizada já foi escolhida, mas não foi revelada pelo governador

José Antonio Rosa

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) confirmou ontem a construção de um novo hospital em Sorocaba. A área onde a futura unidade passará a funcionar já foi escolhida, mas Alckmin não quis revelar sua localização, para “”não gerar expectativas””. “Oportunamente, daremos outros detalhes mais precisos como previsão de custos e cronograma””, disse durante entrevista que concedeu em Capela do Alto.

A informação confirma reportagem publicada em agosto com exclusividade pelo Cruzeiro do Sul. Na ocasião, o jornal revelou que a Prefeitura ofereceu ao governo do Estado duas alternativas de locais que poderiam receber o empreendimento. Ambas ficam na rodovia Raposo Tavares: a primeira, nas imediações de Araçoiaba da Serra; a segunda, um pouco antes de Mairinque. Em Salto de Pirapora, onde acompanhou a agenda do governador, o prefeito Vitor Lippi reforçou que estudos técnicos já concluíram qual é o melhor dos terrenos disponibilizados, mas também preferiu não acrescentar dados mais precisos. “”Ele (Geraldo Alckmin) deve fazer o anúncio oficial em breve. Até lá, vamos aguardar. Posso dizer apenas que a área tem boa acessibilidade e reúne todas as condições para o projeto””.

As obras do novo hospital deverão demandar investimentos da ordem R$ 60 milhões e, de acordo com o governador, serão executadas por meio de Parceria Público Privada (PPP). Ele acrescentou ainda que a instituição será gerenciada por organização social sem fins lucrativos, nos moldes do que já acontece em outros setores da gestão tucana.

Alckmin falou da construção depois de ter sido questionado sobre a situação do Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS). Um repórter lembrou que, mesmo com a intervenção decretada, os problemas no complexo ainda persistem, principalmente no que se refere ao atendimento. “”Este (o atendimento primário) é de competência de outra esfera de governo, mas vamos acompanhar o que acontece por lá, e, mais construir um novo hospital que permitirá que a demanda seja melhor distribuída””.

O governador falou, mais, da duplicação da SP-264, que liga Sorocaba a Salto de Pirapora, mas não divulgou maiores novidades a respeito. Apesar da expectativa, Alckmin informou apenas que o contrato com a empresa encarregada de realizar o estudo técnico será assinado até o final deste mês. O trabalho deve ficar pronto no prazo estimado de seis meses quando, então, será aberta a concorrência para execução dos serviços propriamente ditos.

A previsão, conforme o Superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Clodoaldo Pelissioni, é de que os serviços comecem no final de 2012. Ele disse que, “”a princípio””, o governo não cogita instalar praça de pedágio no trecho de dezoito quilômetros a ser duplicado. Explicou que a demora se deve à necessidade de elaborar análises específicas, como a de impacto ambiental. “”Por lei qualquer duplicação que ultrapasse a marca de cinco quilômetros exige esse tipo de levantamento. Ademais, é preciso haver rigor até para evitar problemas como aqueles observados com o DNIT (órgão do governo federal alvo de investigações por supostas irregularidades havidas na gestão do ex-ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento)””.

Agenda na região

O governador cumpriu ontem agenda de inauguração e entrega de obras viárias em três cidades da região. Pela manhã, esteve em Capão Bonito onde foram recuperadas três vias municipais: a que liga a rodovia Sebastião Ferraz de Camargo Penteado (SP-250) ao bairro Ferreira Matos, numa extensão de três quilômetros e meio, a estrada entre a Vila São José e a ponte sobre o Rio das Almas, com cinco quilômetros e a vicinal Joaquim Lopes de Almeida, que faz a interligação com Buri, com 9,4 Km. Os investimentos, na cidade, foram de R$ 11,6 milhões.

Em Capela do Alto, Alckmin inaugurou a obra de recapeamento e melhorias de sinalização na rodovia João Antonio Nunes (SP-268), num trecho de quase 14 quilômetros, e a recuperação da vicinal Darcy Mariano de Almeida. Os serviços foram orçados em cerca de R$ 28 milhões. Por fim, em Salto de Pirapora, foram entregues três vias municipais, cujos serviços custaram R$ 14 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas