Ager avalia sistema de bilhetagem eletrônica.

Um sistema de bilhetagem eletrônica foi apresentado para a Agência de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso (Ager-MT) e técnicos da Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz) , nesta terça (12). Ela é uma das tecnologias que é analisada pelo governo do Estado para ser utilizado no novo Sistema de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros.

A medida faz parte das ações que estão sendo encaminhadas pela agência enquanto aguarda a realização da audiência pública para apresentação do sistema de transporte intermunicipal à população, no próximo dia 5 de fevereiro, na Assembleia Legislativa (AL-MT), em Cuiabá. O edital de licitação está previsto para o mês de março deste ano.

Segundo a presidente da Ager-MT, Márcia Vandoni, o que se pretende é ampliar o controle da área de transporte, uma concessão pública sob a responsabilidade do órgão. “Estamos analisando a proposta de bilhetagem eletrônica porque é necessário um controle mais eficiente da demanda e do itinerário dos veículos do transporte intermunicipal por parte da agência e, da arrecadação de impostos por parte da Sefaz”, esclareceu Márcia Vandoni.

A Empresa 1, especializada em tecnologia de bilhetagem eletrônica, é de Minas Gerais e atua em 135 municípios de 18 Estados brasileiros. “Nosso sistema é como um computador de bordo que pode gerenciar e monitorar o número de passageiros, viagens e itinerários do transporte coletivo. Além de um contador de pessoas, temos um GPS acoplado ao programa que define a tarifa de cada seção no trecho da viagem”, disse Sandro Ávila, diretor comercial da empresa.

Depois de ouvir a ponderação relacionada a pontos específicos a empresa agora deverá formular uma proposta considerando as necessidades do Estado e o custo que a bilhetagem eletrônica vai representar para as empresas.

Além dos diretores da Ouvidoria e de Energia Elétrica e Saneamento, as coordenadorias de Transporte e Rodovias e de Estudos Econômicos e a Procuradoria Jurídica da Ager-MT, participaram da reunião os técnicos da área de Fiscalização, da Gerência de Informações Digitais e da Superintendência de Informações do ICMS da Sefaz. Seja qual for a metodologia adotada vai intervir diretamente na atuação dessas áreas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas