ABC investe na modernização da Imprensa Oficial

ABC investe na modernização da Imprensa Oficial
Previsto Custódio estuda modelos de digitalização da Imprensa Oficial.
Foto: Maria Antonieta Toledo

A Agência Brasil Central (ABC) está focada em modernizar as suas publicações. Após o processo de digitalização do sinal da sua emissora de televisão – a TV Brasil Central, a Agência estuda formas de modernizar a produção do Diário Oficial do Estado. Impresso diariamente com a utilização de duas máquinas, a publicação que reúne a divulgação institucional dos governos Estadual e Municipais, acaba trabalhando com os assuntos com dois dias de defasagem.

Conforme explica o chefe do Núcleo da Imprensa Oficial, Previsto Custódio, alguns materiais que chegam para a publicação ainda são encaminhados na forma impressa. “De uns dez anos para cá, evoluímos muito. Mas ainda recebemos solicitações de publicações impressas. Hoje, cada material enviado é programado para ser impresso dentro dos próximos dois dias”, declara.

A tiragem média da publicação é de 500 exemplares, mas segundo Previsto, esse número aumenta quando são divulgados editais de concursos públicos ou mesmo balanços. “Nesses casos, chegamos a aumentar mais 100 exemplares, dependendo da demanda”, alega.

A diretoria da Agência tem se empenhado em conhecer novos formatos para conferir agilidade e acessibilidade aos atos publicados no Diário Oficial. A intenção é promover a sua completa digitalização, permitindo assim que o cidadão tenha acesso virtual ao conteúdo e passe a imprimi-lo quando houver necessidade de apresentá-lo como documentação.

De acordo com o presidente da Agência Brasil Central, Humberto Tannús Júnior, imprensas oficiais da Bahia e de Sergipe já adotaram a digitalização de seus diários. A digitalização vai mudar também a forma de receber as demandas de publicação, que passariam a ser exclusivamente pelos meios digitais. “Pretendemos adotar a informatização para todos os processos desde o envio de documentos, a diagramação e o acesso às informações”, explicou Tannús. Ele acredita que a licitação sairá em breve e a estimativa de custo para o processo é de R$ 4,5 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas