A última chance de Natal permanecer na Copa

Para evitar exclusão, governo estadual tentará licitar estádio do Mundial em março

George Fernandes – Natal

No próximo dia 2 de março, Natal vai disputar o jogo da volta no “mata-mata” decisivo da Copa do Mundo. No jogo de ida (em novembro passado) ficou tudo no zero e o governo do Rio Grande do Norte, responsável pela licitação do Estádio das Dunas, solicitou novos prazos para refazer o edital, tornando-o, por exigência do Comitê Organizador Local (COL), mais atrativo para os investidores privados.

O edital da Parceria Público-Privada foi refeito e a capital potiguar tem nova chance de ser confirmada como sede em 2014. Resta saber quem será o parceiro privado na construção do palco da Copa do Mundo.

Sempre otimista, o secretário estadual da Copa, Demétrio Torres, não acredita em licitação deserta desta vez. Segundo ele, das 27 empresas que compraram o edital até a tarde desta quarta-feira (16), pelo menos dez devem participar da abertura dos envelopes em 2 de março próximo.

“Estamos em contato direto com as empresas, nacionais e internacionais, interessadas no projeto, tirando todas as dúvidas. E pelo que vejo, acho quase impossível ter uma nova licitação deserta.”

Ainda de acordo com Torres, na hipótese de haver uma segunda licitação deserta há uma espécie de “plano B”. “O governo poderá contratar uma empresa por carta-convite, de acordo com a lei.”

Mudanças
Além da redução no valor da obra –de R$ 420 para R$ 400 milhões–, outros ajustes técnicos foram feitos para que o novo edital pudesse atrair os investidores privados.
A cobertura e o estacionamento do estádio serão reduzidos. Mas o principal atrativo do segundo edital são os R$ 70 milhões em dinheiro oferecidos pelo governo estadual, “anexados” aos imóveis que fazem parte do Fundo Garantidor, uma garantia, como o próprio nome diz, para o investidor privado.

O fundo composto apenas por imóveis, utilizado na primeira licitação, não tornava o negócio seguro, segundo Torres. “O edital foi refeito para ficar mais atrativo. Cumprimos a nossa parte.” O prazo de concessão do estádio também caiu de 30 para 20 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas