A dengue nunca matou tanto em Rio Preto; já são 8.

Número de mortes é recorde na cidade; outros dois casos suspeitos aguardam resultado

Daniela Fenti
Agência BOM DIA

A dengue nunca matou tanto como no primeiro trimestre deste ano.

Mais três casos de mortes pela doença foram confirmados nesta quarta pela Secretaria de Saúde de Rio Preto, totalizando oito. É um recorde na história de Rio Preto.

O número de vítimas também se iguala ao de Guarujá, que até então liderava o ranking no estado.

Rio Preto tem 7.552 casos confirmados. Mesmo durante a pior epidemia da história, em 2006, com 12.657 doentes, nunca se morreu tanto na cidade. Naquele ano foi apenas uma morte, de acordo com a Secretaria de Estado. “Já sabíamos que isso poderia acontecer, por que é um comportamento da doença. A maioria das vítimas apresentou complicações”, explica o coordenador da Vigilância Epidemiológica, Luciano Lourenção.

Das mortos deste ano, seis vítimas tinham entre 54 e 84 anos e apresentavam outras doenças. Um jovem de 31 anos, transplantado há 13, e uma menina de 5 meses também estão nas estatísticas (leia abaixo).

Outros dois mortos com suspeita da doença passaram por necropsia, mas os resultados ainda não foram divulgados. O caso de um homem é investigado por dengue, leptospirose e gripe suína. Uma mulher, que também tinha suspeitas de dengue e de gripe suína, já teve o diagnóstico da segunda causa descartado.

Exames
Nesta quarta a prefeitura explicou o “mistério” da estagnação dos casos de dengue nos últimos 30 dias – a média de confirmações diárias passou de 108 em janeiro e fevereiro para 26,4 em março. Na verdade estava faltando kits para realizar os diagnósticos.

Existem atualmente pelo menos 4.400 notificações à espera do exame. Dessas, já foram retiradas 1.500 amostras de sangue. Os demais infectados devem ser procurados pela Vigilância nos próximos dias.

Como o material depende de licitação, o estado emprestou cerca de 3 mil kits para o serviço não ser suspenso, mas não foi o suficiente para manter o mesmo ritmo de diagnósticos.

O pedido de compra de 6 mil kits da prefeitura só começou a chegar nesta terça (vieram 2 mil e o restante deve chegar até a semana que vem).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas